Arquivo da categoria: Melhoramento Genético

Atividades do Programa de Melhoramento Genético da raça Nelore na Fazenda Vale do Boi

Propriedade de Tocantins investe em genética bovina

Maurício Palma Nogueira, em visita à Faz Vale do Boi, ao lado de Epaminondas e Paulo Henrique.

Estabelecimento é exemplo de gestão profissionalizada. Fazenda é toda informatizada, com custos extremamente controlados e planejamento de recuperação de pastagens.

Xinguara, Pará – Na busca de um melhor rendimento na atividade rural, o mineiro Epaminondas de Andrade resolveu investir na pecuária, mas totalmente voltada ao melhoramento genético dos animais, com vendas de reprodutores e matrizes de gado nelore. “Faço genética para produzir carne de melhor qualidade, que é uma tendência na pecuária brasileira”, disse o proprietário da Fazenda Vale do Boi, na cidade de Carmolândia, no interior de Tocantins.

O estabelecimento de Andrade é um exemplo de gestão profissionalizada. Apesar de a fazenda – que faz cria, recria e engorda de animais – ser gerida por ele e seus dois filhos, Paulo e Ricardo, ela é toda informatizada, com custos extremamente controlados e planejamento de recuperação de pastagens.

“Todo o melhoramento genético é da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ)”, explica o pecuarista que está há mais de 40 anos no ramo. O rebanho atual é de 3 mil cabeças de gado, sendo o giro anual de 800 cabeças/ano. Essa profissionalização vem do histórico profissional do proprietário, que antes de ter a fazenda em Tocantins, fez carreira em empresas do setor em São Paulo.

“Chegamos a trabalhar com um rebanho de 3,6 mil cabeças, mas tivemos que reduzir em virtude da crise. Estamos assustados com o que está acontecendo na pecuária. Meus clientes estão descapitalizados e as parcelas fechadas nas vendas em leilões não estão pagando nem os custos”, declarou o pecuarista. “O mercado de touros é o primeiro a sofrer o impacto. O problema é que, quando há alta, é o último a reagir. Temos uma pressão muito forte por produtividade”, completou o filho Ricardo, ressaltando que as margens da fazenda estão sendo cada vez mais apertadas, mas ainda são maiores do que estabelecimentos com rebanho comercial.

Seca

De acordo com o pecuarista, em 2010, a região onde se localiza a Fazenda Vale do Boi ficou cinco meses seguidos sem chuva. Neste ano, já se aproxima dos três meses sem precipitações. “O rio tá seco e não estamos conseguindo fazer a irrigação direito. Tem gente aqui que está vendendo gado antes do tempo, porque até tem pasto, mas os bois não têm água para beber”, informou Andrade. Ele está fazendo, por conta própria, um miniduto a partir de um lençol freático descoberto nas suas terras e há planos de outros. “Boi meu daqui a pouco não vai beber água de córregos e nem riachos”, disse. “Esse é um ótimo exemplo de sustentabilidade”, destacou o diretor da Bigma Consultoria, Maurício Palma Nogueira.

Questionado se já pensou em repassar seu conhecimento para outros pecuaristas da região, Epaminondas disse que até tenta, mas a resistência é muito grande. “O problema na pecuária é cultural. Quando falo o que faço na minha fazenda, ninguém acredita, dizem que sou louco. Por exemplo, eu cuido bem das pastagens, porque quero colher os ‘frutos’ delas o ano inteiro e não somente no período quando quero vender os animais”, declarou.

http://www.srb.org.br/modules/news/article.php?storyid=5874

Investimento em genética bovina

Na busca de um melhor rendimento na atividade rural, o mineiro Epaminondas de Andrade resolveu investir na pecuária, mas totalmente voltada ao melhoramento genético dos animais, com vendas de reprodutores e matrizes de gado nelore. “Faço genética para produzir carne de melhor qualidade, que é uma tendência na pecuária brasileira”, disse o proprietário da Fazenda Vale do Boi, na cidade de Carmolândia, no interior de Tocantins. O estabelecimento de Andrade é um exemplo de gestão profissionalizada. Apesar de a fazenda – que faz cria, recria e engorda de animais – ser gerida por ele e seus dois filhos, Paulo e Ricardo, ela é toda informatizada, com custos extremamente controlados e planejamento de recuperação de pastagens.

“Todo o melhoramento genético é da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ)”, explica o pecuarista que está há mais de 40 anos no ramo. O rebanho atual é de 3 mil cabeças de gado, sendo o giro anual de 800 cabeças/ano. Essa profissionalização vem do histórico profissional do proprietário, que antes de ter a fazenda em Tocantins, fez carreira em empresas do setor em São Paulo. “Chegamos a trabalhar com um rebanho de 3,6 mil cabeças, mas tivemos que reduzir em virtude da crise. Estamos assustados com o que está acontecendo na pecuária.”

“Meus clientes estão descapitalizados e as parcelas fechadas nas vendas em leilões não estão pagando os custos”, declarou o pecuarista. “O mercado de touros é o primeiro a sofrer o impacto. O problema é que, quando há alta, é o último a reagir. Temos uma pressão muito forte por produtividade”, completou o filho Ricardo, ressaltando que as margens da fazenda estão sendo cada vez mais apertadas, mas ainda são maiores do que estabelecimentos com rebanho comercial.

http://www.revistaplantar.com.br/investimento-em-genetica-bovina/

Touros Vale do Boi são destaque no Sumário PAINT Consolidado 2012

Sumário PAINT 2012Na 17ª edição do Sumário PAINT consolidado 2012, lançado durante a ExpoGenética 2012 em Uberaba – MG, a Fazenda Vale do Boi se destaca com 02 reprodutores de seu rebanho como lideres para 02 características.

Os touros lideres em questão são :
XUMI VB DA VALE – 9º colocado para Ts (Temperamento ao Sobreano), Xumi esteve em coleta na Alta Genétics até 2010, ano de seu falecimento.
IMPERADOR VB DA VALE – 12º colocado para GND (Ganho de Peso do Nascimento a Desmama), Imperador esta em coleta de sêmen na central CRV Lagoa e também é destaque no Sumário do PMGZ.

A Vale do Boi é destaque no Sumário Geral do PMGZ

No Sumário Nacional de Avaliação Genética do PMGZ (2012 – 2012) a Fazenda Vale do Boi mostra mais uma vez a força de seu rebanho, com 06 touros classificados como TOP 0,1% para iABCZ e mais 06 touros TOP 0,5% entre os 28.985 touros até 25 anos de idade avaliados.

Sumário-PMGZ-2012

Destaque para o reprodutor LIBRO VB DA VALE (VBV 7979), 3º colocado, com iABCZ de 24,14 , sendo filho de Imperador VB da Vale (VBV 6640) e Gaita VB da Vale (VBV 5669) a 4ª melhor matriz do rebanho com iABCZ de 21,26 , e que também é mãe do Jaluto VB da Vale (VBV 6915), 37º colocado.

Touros Vale do Boi TOP 0,1% :

3º LIBRO VB DA VALE (VBV 7979)
7º HAGEN VB DA VALE (VBV 6065)
14º LAMBY VB DA VALE (VBV 7766)
37º JALUTO VB DA VALE (VBV 6915)
97º JUIZO VB DA VALE (VBV 7132)
117º IMPERADOR VB DA VALE (VBV 6640)

Touros Vale do Boi TOP 0,5% :

154º JANGUE VB DA VALE (VBV 6969)
155º KALIO VB DA VALE (VBV 7284)
169º ICTO VB DA VALE (VBV 6500)
219º KAPEL VB DA VALE (VBV 7277)
236º FISCAL TE VB DA VALE (VBV 5589)
269º KAJABI VB DA VALE (VBV 7405)

Vale do Boi estará no IX Simpósio Brasileiro de Melhoramento Animal

Ricardo José de AndradeNa próxima quinta-feira, 21 de Junho as 15:00s, o Zootecnista Ricardo José de Andrade, gerente responsável pelo rebanho Nelore da Fazenda Vale do Boi, estará ministrando a palestra “Os benefícios dos avanços do Melhoramento Genético de Bovinos de Corte na visão do empresário rural.” durante o IX Simpósio Brasileiro de Melhoramento Animal em João Pessoa, Paraíba.

Em sua apresentação, Ricardo relatará as experiências e resultados do Programa de Melhoramento Genético no rebanho Nelore da Fazenda Vale do Boi, um dos melhores plantéis Nelore do Brasil, com vários Touros listados entre os melhores no Sumário Nacional PMGZ-ABCZ.

O IX Simpósio Brasileiro de Melhoramento Animal acontecerá de 20 a 22 de junho, no Centro de Eventos do Hotel Tambaú, em João Pessoa – Paraíba, onde será abordado :

      • Recentes avanços na pesquisa aplicada à genomica animal.
      • A Genomica e as perspectivas globais da produção animal.
      • Avaliação da viabilidade econômica do Melhoramento Genético da qualidade da proteína do leite no Brasil.
      • Seleção Genomica em Zebu leiteiro: Situação atual e futuros desafios.
      • Aplicação de equações estruturais no Melhoramento Genético animal.
      • Perspectivas do Melhoramento de suínos do ponto de vista da indústria.
      • Recentes avanços no Melhoramento Genético de aves.
      • Seleção genomica aplicada ao Melhoramento Animal: Desafios atuais e expectativas futuras dos criadores.
      • Os benefícios dos avanços do Melhoramento Genético de Bovinos de Corte. A visão do empresário rural.
      • Alternativas de Melhoramento participativo para conquistar avanços na produção de leite e carne de caprinos.
      • Utilização de marcadores moleculares na caracterização genética de ovinos.
      • Alternativas para programas de famílias no Melhoramento Genético de Camarão.
      • O impacto das novas biotecnologias genéticas aplicadas à programas de Melhoramento de Bubalinos.
      • Alternativas de utilização dos recursos genéticos para produção de leite bovina no semi-árido brasileiro.
      • As expectativas das Associações de Criadores de Bovinos e Zebuínos de corte, diante das novas tecnologias genéticas aplicadas ao Melhoramento Animal.
      • A participação da iniciativa privada no Melhoramento Genético dos bovinos de corte e de leite.
      • Projeção da demanda futura de carne bovina. Desafios permanentes para o Melhoramento Animal.

Programação

Hora Local Terça-Feira (Tuesday), 19 de Junho de 2012
Instrutores: Coordenadores e técnicos do PMGZ – da Associação Brasileira de Criadores de Zebu – ABCZ.
Hora Local Quarta-Feira (Wednesday), 20 de junho de 2012 AM
Current use and expectations about the realistic application of genomics in animal breeding programs.
Prof. Dr. Matt Spangler. Universidade de Nebraska/USA
Hora Local Quarta-Feira (Wednesday), 20 de junho de 2012 PM
Current status and prospects for the application of Genetic Improvement in Aquaculture.
Dr.  Morten Rye. Akvaforsk Genetics Center AS. Noruega
Qualifications and skills of Animal Breeding researchers: Seeking the balance between quantitative genetics and the impact of genomics.
Ignacy Misztal, Universidade de Georgia/USA
Recent advances in genomics research applied to animal production.Prof. Dr. Jerry Taylor. Universidade de Missouri/USA
Sessão pôster
Poster Session
Hora Local Quinta-feira (Thursday), 21 de junho de 2012 AM
BOVINOS DE LEITE     DAIRY CATTLE
Evaluation of the economic viability of genetic improvement programs for milk protein quality in Brazil. 
Prof. Dr. Gerson Barreto Mourão- EASLQ/USP-Brasil
Increasing feed efficiency of dairy cattle through genetic improvement.
Dr. Luiz Gustavo R. Pereira. Embrapa – Gado de Leite- Brasil
Projecting the future demand for beef: Continuing challenges for Animal Breeding.
Dr. Kepler Euclides Filho – Embrapa. Brasil
Hora Local Quinta-feira (Thursday), 21 de junho de 2012 PM
AVES/SUÍNOS     POULTRY/SWINE
Swine Genetic Improvement: A perspective from the viewpoint of the Industry.
Dr. Rodrigo A. A Torres da BRfood.Brasil
Developments in Poultry Breeding: From mass selection to Genomics.
Dr. Santiago Avendaño. AVIAGEN- Scotland
BOVINOS DE CORTE     BEEF CATTLE
Genomic Selection as applied to Animal Genetic Improvement: Current challenges and industry future expectations. 
Prof. Dr. José Bento S. Ferraz- FZEA/USP-Brasil
The benefits from the advances in Beef Cattle Breeding: A breeder’s vision. Ricardo José de Andrade
CAPRINOS – OVINOS     GOATS – SHEEP
Cooperative Genetic Improvement schemes: Alternatives to foster advances in the production of milk and meat goats. 
Dr. Raimundo Lobo Braga – Embrapa Ovinos e Caprinos.Brasil
Utilization of molecular markers for the genetic characterization of sheep. 
Dr. Samuel Rezende Paiva – Embrapa Cenargem. Brasil
CAMARÕES / BUBALINOS     SHRIMP / BUFFALOES
A new vision for family programs in shrimp Breeding.
Dr. João Rocha. Iowa Genetics/USA
The impact of new genetic technologies as applied to improvement programs in buffaloes.
Profª. Dra. Maria Elisabete J. Amaral- IBILCE/UNESP. Brasil
General Meeting of Brazilian Society of Animal Breeding. SBMA
Hora Local Sexta-Feira (Friday), 22 de junho de 2012 AM
Alternative use of genetic resources for dairy cattle production in Brazil semiarid.A contribuição da F1 e as estratégias de sua utilização.F1 strategies and contributionsProf. Dr. Fernando Madalena . Brasil – PalestranteDr. Evandro do Carmo Guimarães – Fazenda Barsa-MG – Debatedor
Oral presentation of 08 selected papers (15 minutes each)
Zebu and Taurus Beef Cattle Breed Associations expectations from the new genetic technologies as applied to Genetic Improvement ProgramsDr. Luis Antônio Josahkian – Associação Brasileira dos Criadores de Zebu – BrasilDr. Leonardo Tallavera Campos- Associação Nacional de Criadores- Brasil
Hora Local Sexta-Feira (Friday), 22 de junho de 2012 PM
Roles for the private industry in Beef and Dairy Cattle Genetic Improvement Programs.Participantes: (ABCZ-GENSYS-FCM-ANCP-Geneplus-Pampaplus, CRV/LAGOA-Embrapa Gado de Leite, Centro Brasileiro de Melhoramento Guzerá, Associações de Criadores das raças Gir Leiteiro-Holandesa-Girolando-Sindi, Polo Genético e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). (15 min cada)
Closing ceremony of the IX Brazilian Symposium on Animal Breeding

 

Mais informações sobre o trabalho da Faz. Vale do Boi em: www.valedoboi.com.br
Mais informações sobre o evento em : www.sbmaonline.org.br

Brado e Macuni – Progênies são destaque na Fazenda Vale do Boi

Matrizes VBV
Matrizes VBV

O gerente de produtos Nelore, Gabriel Sandoval e o regional, Napoleão, de Araguaína-TO, visitaram a Fazenda Vale do Boi, que fica em Carmolândia-TO, a pedido do distrital Ricardo Ramos, onde puderam conferir o resultado de produção de touros da Alta.

A fazenda Vale do Boi possui um rebanho de 1.200 matrizes e comercializa anualmente 250 a 300 touros. Com foco na seleção para precocidade, rusticidade e fertilidade, a fazenda Vale do Boi seleciona, há mais de 30 anos, reprodutores e matrizes Nelore e busca constantemente melhorar seus índices de produtividade através da aplicação de novas tecnologias, adoção de práticas de manejo de pastagens e utilização de touros melhoradores, como os touros Brado e Macuni.

Fazenda Vale do Boi
Fazenda Vale do Boi

Gabriel Sandoval destaca os resultados alcançados: “A Vale do Boi nos orgulha pelo trabalho sério e consistente desenvolvido ao longo dos anos e é gratificante ver produtos de alto potencial genético como as progênies dos touros Brado e Macuni que demonstram precocidade e rusticidade, características intensamente trabalhadas”.

A propriedade, que trabalha com o programa de melhoramento genético dos zebuínos (PMGZ), é referência no Tocantins e seu proprietário, Sr. Epaminondas, recebeu a comenda Mérito ABCZ 2012, uma homenagem aos criadores que contribuem para o melhoramento da pecuária nacional.

Progênie VBV
Progênie VBV

Ricardo Andrade, gestor e proprietário da Fazenda, destacou a importância da presença da equipe Alta. “Quero agradecer a visita que por sinal foi muito proveitosa, pois somos ávidos a novas informações sobre nossa área de atuação (Genética)”.

http://www.altagenetics.com.br/novo/noticias/Ler.aspx?nID=848

Gerente de Produto Corte da central Alta Genetics visita a Vale do Boi

Gabriel Sandoval - Gerente de Produto Corte - Alta Genetics Na ultima terça feira, dia 22 de maio, estiveram em visita a Fazenda Vale do Boi representantes da equipe da central Alta Genetics, Gabriel Sandoval (Gerente de Produto Corte) e Napoleão Júnior (Representante em Araguaína).  Durante todo o dia eles puderam conhecer a estrutura e todo o trabalho de melhoramento realizado pela fazenda. Durante um passeio pela propriedade os visitantes viram vários lotes de animais nelore, desde as matrizes até os animais mais jovens. Também revisaram os produtos que serão ofertados no Shopping Vale do Boi 2012, onde vários animais são oriundos de reprodutores da Alta. ”Gostei muito do que vi e parabenizo pelo sério trabalho desenvolvido ao longo dos anos, projetos como este nos fazem acreditar que a pecuária brasileira esta no caminho certo” disse Gabriel Sandoval.

Está disponível a consulta ao Sumário Nacional de Avaliação Genética – ed. Corte 2012 – ABCZ/PMGZ

Sumário Nacional de Avaliação Genética PMGZ-ABCZ

O ABCZ disponibilizou esta semana, durante a ExpoZebu 2012, o Sumário Nacional de Avaliação Genética edição Corte 2012. Com mais de 49.000 Touros (28.045 Nelore), o sumário está disponível para consulta através da Internet (www.pmgz.org.br). Uma das novidades deste ano, é a utilização do iABCZ (Índice ABCZ) substituição ao antigo IQG (Índice de Qualificação Genética).

Os produtos da Vale do Boi estão entre os melhores avaliados (veja a relação dos mais destacados em 2012).

O Sumário Nacional de Touros é um instrumento fundamental no processo de seleção, apontando os melhores produtos. A avaliação é conduzida utilizando-se informações dos pesos das progênies dos referidos touros, obtidos pelo Controle de Desenvolvimento Ponderal (CDP) coordenado pela ABCZ e realizado em todo o país.

Fazenda Vale do Boi tem 202 produtos nelore indicados pela ABCZ ao CEP 2012

ABCZ divulgou lista dos produtos candidatos ao CEP 2012. Neste ano a Vale do Boi tem 202 produtos indicados. O Certificado Especial de Produção (CEP) é baseado nas avaliações genéticas de todos os animais participantes do Programa de Melhoramento Genético dos Zebuínos (PMGZ). A cada safra são verificados nos arquivos gerais da ABCZ os zebuínos (machos e fêmeas) da raça nelore que apresentam os melhores iABCZ (Índice ABCZ). Cabe destacar ainda que a maioria dos animais indicados são filhos de reprodutores do próprio criatório.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS CRIADORES DE ZEBU
CEP – CERTIFICADO ESPECIAL DE PRODUÇÃO – 2012
PRODUTOS CANDIDATOS AO CEP – CATEGORIA NACIONAL – SAFRA 2010
Criador: EPAMINONDAS DE ANDRADE Faz. Vale do Boi Raça: NELORE – PO
Nome do Animal RG Pai Avô Materno Dt. Nasc. iABCZ %TOP CEP #
FÊMEAS
MABUIA VB DA VALE VBV 8290 3/13/2010 21,87 0,1 PLATINA 5
MANEIRA VB DA VALE VBV 8491 9/10/2010 21,08 0,1 PLATINA 12
MARATA VB DA VALE VBV 8564 9/21/2010 20,94 0,1 PLATINA 13
MARAJOARA VB DA VALE VBV 8560 9/21/2010 20,71 0,1 PLATINA 14
MANDARA VB DA VALE VBV 8462 9/6/2010 20,49 0,1 PLATINA 19
MARANATA VB DA VALE VBV 8561 9/21/2010 20,21 0,1 PLATINA 30
MALTA VB DA VALE VBV 8420 4/12/2010 20,13 0,1 PLATINA 36
META VB DA VALE VBV 8699 10/18/2010 19,4 0,1 PLATINA 73
MARINA VB DA VALE VBV 8608 9/28/2010 18,74 0,1 PLATINA 146
MALACA VB DA VALE VBV 8400 4/8/2010 18,67 0,1 PLATINA 156
MARIMBA VB DA VALE VBV 8604 9/28/2010 18,62 0,1 PLATINA 162
MAGNOLIA VB DA VALE VBV 8460 9/6/2010 18,26 0,1 PLATINA 214
MAVIA VB DA VALE VBV 8824 11/23/2010 18,16 0,1 PLATINA 232
MANTA VB DA VALE VBV 8529 9/15/2010 18,11 0,1 PLATINA 242
MANDUCA VB DA VALE VBV 8424 4/12/2010 17,66 0,5 PLATINA 350
MEDIA VB DA VALE VBV 8685 10/16/2010 17,6 0,5 PLATINA 358
MANOSE VB DA VALE VBV 8526 9/15/2010 17,57 0,5 PLATINA 365
MENSAGEM VB DA VALE VBV 8727 10/25/2010 17,49 0,5 PLATINA 387
MANILHA VB DA VALE VBV 8488 9/10/2010 17,37 0,5 PLATINA 427
MANHA VB DA VALE VBV 8495 9/13/2010 17,36 0,5 PLATINA 431
MANGUEIRA VB DA VALE VBV 8499 9/13/2010 17,3 0,5 PLATINA 448
MANOA VB DA VALE VBV 8540 9/16/2010 17,24 0,5 PLATINA 472
MANIVA VB DA VALE VBV 8506 9/13/2010 17,09 0,5 OURO 2
MERA VB DA VALE VBV 8743 10/29/2010 17,03 0,5 OURO 23
MAJORNA VB DA VALE VBV 8381 4/5/2010 16,91 0,5 OURO 68
MANUSA VB DA VALE VBV 8535 9/16/2010 16,9 0,5 OURO 71
MATEMATICA VB DA VAL VBV 8641 10/5/2010 16,81 0,5 OURO 107
MINA VB DA VALE VBV 8836 11/26/2010 16,8 0,5 OURO 115
MALDIVA VB DA VALE VBV 8407 4/12/2010 16,6 0,5 OURO 190
MERIA VB DA VALE VBV 8755 11/4/2010 16,51 0,5 OURO 226
MAIRA VB DA VALE VBV 8355 3/27/2010 16,48 0,5 OURO 242
MANICA VB DA VALE VBV 8486 9/10/2010 16,42 0,5 OURO 268
MIMICA VB DA VALE VBV 8832 11/26/2010 16,35 0,5 OURO 295
MARCA VB DA VALE VBV 8639 10/5/2010 16,34 0,5 OURO 298
MANTENA VB DA VALE VBV 8532 9/16/2010 16,27 0,5 OURO 333
MANIA VB DA VALE VBV 8497 9/13/2010 16,22 0,5 OURO 350
MAGNATA VB DA VALE VBV 8352 3/25/2010 16,1 0,5 OURO 414
MAIPOCA VB DA VALE VBV 8345 3/25/2010 16,08 0,5 OURO 427
MADURA VB DA VALE VBV 8364 3/29/2010 15,99 0,5 OURO 475
MACUTA VB DA VALE VBV 8331 3/22/2010 15,97 0,5 OURO 485
MATERA VB DA VALE VBV 8642 10/5/2010 15,96 0,5 OURO 492
MAJANDRA VB DA VALE VBV 8379 4/5/2010 15,95 0,5 OURO 499
MAGICA VB DA VALE VBV 8353 3/27/2010 15,9 1 PRATA 5
MALITA VB DA VALE VBV 8422 4/12/2010 15,9 1 PRATA 7
MEIA LUA VB DA VALE VBV 8711 10/20/2010 15,78 1 PRATA 91
MANI VB DA VALE VBV 8480 9/10/2010 15,76 1 PRATA 109
MERIDA VB DA VALE VBV 8845 11/30/2010 15,69 1 PRATA 158
MACAUBA VB DA VALE VBV 8300 3/15/2010 15,56 1 PRATA 239
META VB DA VALE VBV 8781 11/8/2010 15,49 1 PRATA 284
MADIA VB DA VALE VBV 8326 3/20/2010 15,44 1 PRATA 325
MATRIZ VB DA VALE VBV 8662 10/12/2010 15,39 1 PRATA 367
MACUANA VB DA VALE VBV 8307 3/18/2010 15,34 1 PRATA 412
MENAICA VB DA VALE VBV 8724 10/25/2010 15,24 1 PRATA 489
MARSELHA VB DA VALE VBV 8620 9/30/2010 15,13 1 PRATA 573
MATERIA VB DA VALE VBV 8645 10/7/2010 15,13 1 PRATA 581
MELENA VB DA VALE VBV 8741 10/29/2010 15,12 1 PRATA 599
MANAUS VB DA VALE VBV 8436 4/19/2010 14,97 2 PRATA 725
MEIA NOITE VB DA VAL VBV 8713 10/20/2010 14,95 2 PRATA 740
MAGA VB DA VALE VBV 8322 3/19/2010 14,94 2 PRATA 748
MEXIANA VB DA VALE VBV 8797 11/16/2010 14,89 2 PRATA 797
MIRA VB DA VALE VBV 8839 11/28/2010 14,87 2 PRATA 808
MAJUBA VB DA VALE VBV 8383 4/5/2010 14,84 2 PRATA 834
MACAU VB DA VALE VBV 8299 3/15/2010 14,79 2 PRATA 887
MANITA VB DA VALE VBV 8502 9/13/2010 14,78 2 PRATA 896
MIAMI VB DA VALE VBV 8799 11/16/2010 14,68 2 PRATA 986
MALA VB DA VALE VBV 8390 4/8/2010 14,67 2 PRATA 992
MEGARA VB DA VALE VBV 8700 10/18/2010 14,67 2 PRATA 991
MAGIA VB DA VALE VBV 8332 3/22/2010 14,54 2 PRATA 1.129
METORIA VB DA VALE VBV 8786 11/12/2010 14,51 2 PRATA 1.168
MONZA VB DA VALE VBV 8861 11/30/2010 14,5 2 PRATA 1.183
MAJORIA VB DA VALE VBV 8382 4/5/2010 14,47 2 PRATA 1.226
MACA VB DA VALE VBV 8291 3/13/2010 14,3 2 PRATA 1.401
MACAMBA VB DA VALE VBV 8297 3/15/2010 14,26 2 PRATA 1.451
MENTORA VB DA VALE VBV 8814 11/22/2010 14,26 2 PRATA 1.448
MESA VB DA VALE VBV 8762 11/4/2010 14,24 2 PRATA 1.473
METRAGEM VB DA VALE VBV 8789 11/12/2010 14,22 2 PRATA 1.506
MEDULA VB DA VALE VBV 8695 10/16/2010 14,01 2 BRONZE 197
MENURA VB DA VALE VBV 8811 11/18/2010 13,95 2 BRONZE 279
MADEIXA VB DA VALE VBV 8311 3/18/2010 13,91 2 BRONZE 337
MEDUSA VB DA VALE VBV 8687 10/16/2010 13,91 2 BRONZE 334
MALEVA VB DA VALE VBV 8415 4/12/2010 13,9 2 BRONZE 347
MERCAVA VB DA VALE VBV 8816 11/22/2010 13,9 2 BRONZE 353
MERCARIA VB DA VALE VBV 8818 11/22/2010 13,8 3 BRONZE 505
MENTA VB DA VALE VBV 8728 10/26/2010 13,77 3 BRONZE 536
MAITACA VB DA VALE VBV 8366 3/31/2010 13,72 3 BRONZE 616
MARIPA VB DA VALE VBV 8615 9/30/2010 13,72 3 BRONZE 608
MANGA VB DA VALE VBV 8441 4/19/2010 13,69 3 BRONZE 657
MALVA VB DA VALE VBV 8409 4/12/2010 13,67 3 BRONZE 688
MANELA VB DA VALE VBV 8493 9/13/2010 13,66 3 BRONZE 698
MANISA VB DA VALE VBV 8442 4/19/2010 13,47 3 BRONZE 993
MEDRA VB DA VALE VBV 8704 10/19/2010 13,47 3 BRONZE 1.000
METRICA VB DA VALE VBV 8792 11/16/2010 13,46 3 BRONZE 1.021
MANAVA VB DA VALE VBV 8448 4/21/2010 13,38 3 BRONZE 1.146
MEDICINA VB DA VALE VBV 8705 10/19/2010 13,33 3 BRONZE 1.238
MANTISSA VB DA VALE VBV 8533 9/16/2010 13,32 3 BRONZE 1.254
MACOTA VB DA VALE VBV 8306 3/18/2010 13,28 3 BRONZE 1.317
METRA VB DA VALE VBV 8790 11/12/2010 13,27 3 BRONZE 1.323
MELHORA VB DA VALE VBV 8716 10/22/2010 13,21 3 BRONZE 1.448
MANIBA VB DA VALE VBV 8500 9/13/2010 13,16 3 BRONZE 1.528
Nome do Animal RG Pai Avô Materno Dt. Nasc. iABCZ %TOP CEP #
MACHOS
MASCOTE VB DA VALE VBV 8666 10/12/2010 21,59 0,1 PLATINA 15
MEDIEVAL VB DA VALE VBV 8565 9/21/2010 21,25 0,1 PLATINA 19
MADOK VB DA VALE VBV 8308 3/18/2010 21,01 0,1 PLATINA 21
MATO VB DA VALE VBV 8602 9/28/2010 20,87 0,1 PLATINA 24
MIMO VB DA VALE VBV 8780 11/8/2010 20,83 0,1 PLATINA 25
MANIPUR VB DA VALE VBV 8510 9/14/2010 20,33 0,1 PLATINA 40
MARCIAL VB DA VALE VBV 8570 9/23/2010 20,14 0,1 PLATINA 51
MOSCOU VB DA VALE VBV 8834 11/26/2010 19,44 0,1 PLATINA 88
MISTICO VB DA VALE VBV 8785 11/8/2010 19,07 0,1 PLATINA 123
MENDEL VB DA VALE VBV 8644 10/7/2010 18,9 0,1 PLATINA 142
MAPA VB DA VALE VBV 8492 9/13/2010 18,54 0,1 PLATINA 186
MAGICO VB DA VALE VBV 8346 3/25/2010 18,44 0,1 PLATINA 205
MERLO VB DA VALE VBV 8730 10/26/2010 18,25 0,1 PLATINA 252
MEATO VB DA VALE VBV 8612 9/28/2010 18,07 0,1 PLATINA 289
MESSIAS VB DA VALE VBV 8738 10/29/2010 17,92 0,5 PLATINA 324
MEXICO VB DA VALE VBV 8757 11/4/2010 17,81 0,5 PLATINA 346
MANA VB DA VALE VBV 8419 4/12/2010 17,8 0,5 PLATINA 348
MISTERIO VB DA VALE VBV 8787 11/12/2010 17,8 0,5 PLATINA 351
MONITOR VB DA VALE VBV 8828 11/23/2010 17,77 0,5 PLATINA 357
MUCUNI VB DA VALE VBV 8830 11/26/2010 17,55 0,5 PLATINA 420
MAGISTRAL VB DA VALE VBV 8350 3/25/2010 17,54 0,5 PLATINA 429
MAHAL VB DA VALE VBV 8483 9/10/2010 17,47 0,5 PLATINA 452
MALOTE VB DA VALE VBV 8484 9/10/2010 17,47 0,5 PLATINA 448
MESO VB DA VALE VBV 8737 10/29/2010 17,37 0,5 PLATINA 472
MANAJO VB DA VALE VBV 8438 4/19/2010 17,14 0,5 OURO 46
MENTO VB DA VALE VBV 8658 10/9/2010 17,13 0,5 OURO 52
MODULO VB DA VALE VBV 8810 11/18/2010 16,92 0,5 OURO 129
MILENIO VB DA VALE VBV 8777 11/8/2010 16,67 0,5 OURO 213
MAGINI VB DA VALE VBV 8347 3/25/2010 16,44 0,5 OURO 295
MAIORAL VB DA VALE VBV 8370 3/31/2010 16,43 0,5 OURO 300
MANEL VB DA VALE VBV 8482 9/10/2010 16,24 0,5 OURO 375
MAGNETO VB DA VALE VBV 8348 3/25/2010 16,19 0,5 OURO 411
MAKAL VB DA VALE VBV 8292 3/13/2010 16,1 0,5 OURO 452
MENTON VB DA VALE VBV 8655 10/9/2010 16,1 0,5 OURO 456
MACENO VB DA VALE VBV 8294 3/13/2010 16,06 0,5 OURO 479
MATERIAL VB DA VALE VBV 8599 9/28/2010 16,02 0,5 OURO 501
MERAN VB DA VALE VBV 8686 10/16/2010 15,98 0,5 PRATA 21
MABRIJO VB DA VALE VBV 8313 3/18/2010 15,95 0,5 PRATA 43
MEZEU VB DA VALE VBV 8760 11/4/2010 15,95 0,5 PRATA 41
MERANO VB DA VALE VBV 8677 10/13/2010 15,89 1 PRATA 83
MAUSER VB DA VALE VBV 8603 9/28/2010 15,79 1 PRATA 142
MEKAP VB DA VALE VBV 8310 3/18/2010 15,76 1 PRATA 158
MUN VB DA VALE VBV 8857 11/30/2010 15,58 1 PRATA 268
METEORO VB DA VALE VBV 8744 10/29/2010 15,47 1 PRATA 344
MACRO VB DA VALE VBV 8303 3/15/2010 15,37 1 PRATA 417
MECKEL VB DA VALE VBV 8626 9/30/2010 15,36 1 PRATA 425
MILITAR VB DA VALE VBV 8779 11/8/2010 15,35 1 PRATA 439
MANSO VB DA VALE VBV 8524 9/15/2010 15,31 1 PRATA 469
MERAPI VB DA VALE VBV 8688 10/16/2010 15,19 1 PRATA 540
MANITU VB DA VALE VBV 8581 9/24/2010 15,17 1 PRATA 557
MONACO VB DA VALE VBV 8827 11/23/2010 15,16 1 PRATA 570
MEPURI VB DA VALE VBV 8657 10/9/2010 15,1 1 PRATA 615
MELHOR VB DA VALE VBV 8652 10/9/2010 15,06 1 PRATA 642
MABUCO VB DA VALE VBV 8285 3/13/2010 15,04 1 PRATA 658
MAGISTER VB DA VALE VBV 8349 3/25/2010 15,02 1 PRATA 678
MANDARIM VB DA VALE VBV 8454 4/28/2010 15,01 1 PRATA 694
MERIDIANO VB DA VALE VBV 8707 10/19/2010 14,96 2 PRATA 740
MARAJO VB DA VALE VBV 8566 9/21/2010 14,83 2 PRATA 849
MANDU VB DA VALE VBV 8440 4/19/2010 14,81 2 PRATA 885
MAJOR VB DA VALE VBV 8470 9/8/2010 14,75 2 PRATA 950
MAGADY VB DA VALE VBV 8314 3/18/2010 14,74 2 PRATA 959
MONTE VB DA VALE VBV 8831 11/26/2010 14,74 2 PRATA 966
MOJAVE VB DA VALE VBV 8817 11/22/2010 14,68 2 PRATA 1.023
MANISO VB DA VALE VBV 8430 4/17/2010 14,67 2 PRATA 1.040
MERITY VB DA VALE VBV 8698 10/18/2010 14,64 2 PRATA 1.074
MODERNO VB DA VALE VBV 8808 11/18/2010 14,59 2 PRATA 1.128
MUNDURI VB DA VALE VBV 8854 11/30/2010 14,48 2 PRATA 1.247
MANDATO VB DA VALE VBV 8452 4/28/2010 14,44 2 PRATA 1.295
MADOX VB DA VALE VBV 8330 3/22/2010 14,4 2 PRATA 1.339
MAGNIFICO VB DA VALE VBV 8463 9/6/2010 14,38 2 PRATA 1.361
MEGIDO VB DA VALE VBV 8636 10/2/2010 14,35 2 PRATA 1.411
MODELO VB DA VALE VBV 8807 11/18/2010 14,28 2 PRATA 1.488
MERO VB DA VALE VBV 8712 10/20/2010 14,25 2 PRATA 1.529
METON VB DA VALE VBV 8784 11/8/2010 14,13 2 BRONZE 143
MANTO VB DA VALE VBV 8528 9/15/2010 14,08 2 BRONZE 192
MADAN VB DA VALE VBV 8324 3/20/2010 14,01 2 BRONZE 266
MESIAL VB DA VALE VBV 8734 10/26/2010 13,96 2 BRONZE 353
MANZARI VB DA VALE VBV 8527 9/15/2010 13,95 2 BRONZE 357
MALTES VB DA VALE VBV 8610 9/28/2010 13,9 2 BRONZE 424
MACHADO VB DA VALE VBV 8468 9/8/2010 13,89 2 BRONZE 443
2921L VB DA VALE VBVL 2921 10/26/2010 13,84 2 BRONZE 501
MEXICAL VB DA VALE VBV 8759 11/4/2010 13,79 3 BRONZE 576
MAGISTO VB DA VALE VBV 8316 3/19/2010 13,69 3 BRONZE 696
MANDURY VB DA VALE VBV 8455 4/28/2010 13,68 3 BRONZE 712
2849L VB DA VALE VBVL 2849 9/8/2010 13,65 3 BRONZE 752
MANDAU VB DA VALE VBV 8431 4/17/2010 13,63 3 BRONZE 780
MESTRE VB DA VALE VBV 8740 10/29/2010 13,61 3 BRONZE 800
2922L VB DA VALE VBVL 2922 10/26/2010 13,59 3 BRONZE 829
MANAU VB DA VALE VBV 8435 4/19/2010 13,5 3 BRONZE 956
MILHAR VB DA VALE VBV 8778 11/8/2010 13,48 3 BRONZE 994
METILENO VB DA VALE VBV 8751 11/1/2010 13,46 3 BRONZE 1.018
MERENGUE VB DA VALE VBV 8696 10/18/2010 13,44 3 BRONZE 1.038
MAGON VB DA VALE VBV 8367 3/31/2010 13,43 3 BRONZE 1.066
MALIK VB DA VALE VBV 8640 10/5/2010 13,43 3 BRONZE 1.061
MERIEU VB DA VALE VBV 8729 10/26/2010 13,42 3 BRONZE 1.079
MARAJA VB DA VALE VBV 8571 9/24/2010 13,37 3 BRONZE 1.148
MINERAL VB DA VALE VBV 8766 11/4/2010 13,37 3 BRONZE 1.147
MAIPU VB DA VALE VBV 8369 3/31/2010 13,32 3 BRONZE 1.226
MOGI VB DA VALE VBV 8796 11/16/2010 13,31 3 BRONZE 1.248
MAREL VB DA VALE VBV 8600 9/28/2010 13,29 3 BRONZE 1.273
MARCHE VB DA VALE VBV 8569 9/23/2010 13,17 3 BRONZE 1.494
MEDIUM VB DA VALE VBV 8635 10/2/2010 13,17 3 BRONZE 1.506
MAHORE VB DA VALE VBV 8577 9/24/2010 13,16 3 BRONZE 1.516
Nome do Animal RG Pai Avô Materno Dt. Nasc. iABCZ %TOP CEP #
Dt. Nasc. – Data de Nascimento; # – Ordem; iABCZ – Índice ABCZ; %TOP – Percentil

Fonte: PMGZ/ABCZ .

Avaliações genéticas do Sumário PMGZ – Corte 2012 podem ser acessadas pela internet

Sumário Nacional de Avaliação Genética PMGZ-ABCZ

As avaliações genéticas do Sumário PMGZ/ABCZ – Corte 2012 já podem ser consultadas via internet. No site do PMGZ (www.pmgz.org.br), é possível encontrar os dados de 482.186 fêmeas jovens, 564.546 machos jovens, 53.640 touros e 481.451 matrizes das raças zebuínas de corte.

Os produtos da Vale do Boi estão entre os melhores avaliados (veja a relação dos mais destacados em 2012).

Além da consulta pública dos dados, o criador, participante do PMGZ, poderá consultar por meio do site “Comunicações Eletrônicas” as avaliações genéticas das suas matrizes e animais jovens. Adicionalmente, o criador poderá consultar as tendências genéticas do seu rebanho e da raça para cada característica avaliada pelo PMGZ. Todas essas informações podem e devem ser utilizadas para auxiliar o processo seletivo dentro da fazenda no sentido de promover o melhoramento genético do rebanho.

A evolução genética do rebanho Nelore da Vale do Boi é demonstrada através dos gráficos de tendências genéticas anuais.

http://www.abcz.org.br/Noticias/Noticia/38542